Notícias

Como funciona o Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior

      
Como funciona o Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior
Como funciona o Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior  |  Fonte: Fotos Universia

Para isso, tenha em atenção 3 fatores-chave: datas, classificações finais e documentação necessária regularizada. Outra situação merecedora da sua melhor atenção é um levantamento prospectivo de dados relevantes para efetuar as escolhas das 6 combinações instituições/cursos aquando da Candidatura. 

 

Em termos genéricos, o ingresso no curso e Instituição pretendidos está sujeito à obtenção de uma vaga conseguida através de uma classificação na prova de ingresso, bem como na nota de candidatura, igual ou superior à mínima fixada. As classificações mínimas são fixadas anualmente por cada instituição de ensino superior para cada um dos seus cursos e são divulgadas no Guia da Candidatura, disponível para consulta no site da Direcção Geral do Ensino Superior. A boa notícia é que  os candidatos podem concorrer às várias fases do concurso, sendo que se o candidato concorrer a uma fase posterior tendo já ficado colocado numa das fases anteriores, a matrícula e inscrição nesta última ficará sem efeito.

 

Datas para apresentação da Candidatura em 2019*



1ª fase: 17 de julho a 6 de agosto

2ª fase: 9 a 20 de setembro

3ª fase: 3 a 7 de outubro

 

O que é necessário para concorrer

 

  • Ser titular de um curso de ensino secundário, ou de habilitação legalmente equivalente;

  • Realizar, ou ter realizado nos últimos dois anos, os exames nacionais correspondentes às provas de ingresso exigidas para os diferentes cursos e instituições a que vai concorrer;

  • Realizar os pré-requisitos se forem exigidos pela instituição para o curso a que vai concorrer;

  • Não estar abrangido pelo estatuto do estudante internacional regulado pelo Decreto-Lei n.º 62/2018, de 6 agosto

 

Classificações Finais

 

Nas disciplinas anuais, a classificação final da disciplina (CFD) é a classificação interna final (CIF): 

 

CFD = CIF 

Ex.: CFD (13) = CIF (13)

 

Nas disciplinas bienais e trienais não sujeitas a exame final nacional, a classificação final da disciplina é a média aritmética simples das classificações de frequência anuais:

 

CFD = (10.º + 11.º) /2 ou CFD= (10.º + 11.º + 12.º) /3 

Ex.: CFD = (16 + 12) /2 = 14 ou CFD = (16 + 12 + 13) /3 = 14 (13,6)

Na candidatura ao ensino superior, os exames finais nacionais podem ser considerados de duas formas distintas:

 

  • No âmbito da concretização das provas de ingresso:

 

Para os alunos autopropostos, a classificação final da disciplina é a obtida em exame e sem arredondamento às unidades: 

CFD = CE 

Ex.: CFD (134) = CE (134) 



  • No âmbito do cálculo da classificação final do ensino secundário:

 

Para os alunos internos, a classificação final da disciplina é o resultado da média ponderada, com arredondamento às unidades, da classificação obtida na avaliação interna final da disciplina e da classificação obtida em exame final:

 

CFD = (7CIF + 3CE ) /10 

 

Ex.: CFD = (7 x 11 + 3 x 9) /10 

(77 + 27) /10 = 10 (10,4)

 

Finalmente, para obter a sua nota de Candidatura terá ainda de consultar  no Guia da Candidatura qual o peso que cada um dos cursos atribui às provas de ingresso e à média do secundário.

 

Ensino superior privado

Os candidatos ao ensino superior público e ao ensino superior privado estão sujeitos às mesmas regras. Assim, antes de se inscrever num curso de um estabelecimento de ensino superior privado, consulte o sítio da Internet ou contacte a Direção-Geral do Ensino Superior para saber qual a situação legal do estabelecimento e curso.

Senha de acesso

Para efectuar a sua candidatura ao ensino superior pelo concurso nacional deverá possuir uma senha de acesso através do portal da DGES.

Como pedir a atribuição da senha:

  1. Preencha o formulário de pedido de atribuição de senha e siga as instruções apresentadas

  2. Confirme o pedido de atribuição da senha clicando no link que consta na mensagem que irá receber no endereço de correio eletrónico que indicou no formulário

  3. Imprima o recibo gerado pela confirmação e entregue-o no local por si indicado (escola secundária ou gabinete de acesso ao ensino superior), para que o mesmo seja certificado

  4. Após a certificação, a senha será automaticamente enviada para o seu endereço de correio eletrónico 

 

*Não aplicável aos Concursos Institucionais e Concursos Locais




Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.