text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Quais as saídas profissionais de ciências da comunicação?

      
Em comum, todas as áreas que são abordadas em ciências da comunicação, têm o facto de se focarem na forma como a mensagem é transmitida.
Em comum, todas as áreas que são abordadas em ciências da comunicação, têm o facto de se focarem na forma como a mensagem é transmitida.  |  Fonte: iStock

Em comum, todas as áreas que são abordadas em ciências da comunicação, têm o facto de se focarem na forma como a mensagem é transmitida. Assim, irão ser abordados temas como qual o papel da comunicação em geral e a comunicação social na sociedade, evolução dos novos media, estudo de conteúdos da comunicação, formatos e diferentes meios utilizados. Ciências da comunicação e uma área de formação adequada a todos os que se interessam pela sociedade, pelos media e comunicação.

Saídas profissionais em ciências da comunicação

As licenciaturas e mestrados na área das ciências da comunicação são adequados para quem pretende trabalhar como jornalista, assessor de comunicação, marketing e publicidade, produção de conteúdos televisivos, produção de conteúdos para web, comunicação institucional, entre outros. Estas actividades podem ser exercidas em empresas, órgãos governativos, instituições sem fins lucrativos e órgãos de comunicação. Apesar de o percurso académico ser preponderante para definir a entrada no mundo de trabalho, a verdade é que os planos de estudos se cruzam o que aumenta as profissões ou vagas a que se poderá candidatar.

Jornalismo e Comunicação Social

Os estudantes de ciências de comunicação que se decidam especializar nesta área irão ser capazes de desenvolver projetos de rádio, televisão, de imprensa escrita ou produção de conteúdos digitais. Desde pequenas peças de notícias, entrevistas e até jornalismo de investigação. Para isso, irão ter acesso a estúdios de produção de vídeo e rádio, e a equipamento adequado como câmaras de filmar, tripés, gravadores, microfones e máquinas fotográficas.

Assessoria e Relações Públicas

Na vertente de assessoria ou relações públicas os estudantes irão aprender a conceber, desenvolver, implementar e controlar estratégias de comunicação das organizações onde se encontrem inseridos. Para além da concepção, poderão ter que trabalhar em conjunto com outros departamentos para produzir material, ser responsáveis pela escrita de press-releases e comunicação com os organismos da comunicação social.

Muitas vezes, também são responsáveis pela comunicação interna nas organizações onde se encontram a trabalhar, sendo responsáveis pela divulgação de novas regras, novos benefícios, cumprimento de objetivos e outras questões importantes para o bom funcionamento da empresa e aumento da produtividade dos trabalhadores.

Os assessores de imprensa também estarão envolvidos na concepção e planeamento de eventos relacionados com a organização em que se encontram a trabalhar.

Marketing e Publicidade

No âmbito do marketing e publicidade, os estudantes de comunicação irão aprender a desenvolver estratégias para comunicação em diferentes meios de comunicação, incluindo websites e redes sociais. Estas actividades poderão ser desenvolvidas numa empresa, instituição ou numa agência de comunicação e publicidade.

Acesso a ciências da comunicação

Uma vez que um curso de ciências da comunicação é extremamente abrangente, a maioria das licenciaturas pede como prova de acesso Português. Contudo, também é possível candidatar-se com outras provas de acesso da área das humanidades. Já para os segundos ciclos, apesar de se privilegiarem os estudantes que tenham terminado uma licenciatura em ciências da comunicação ou áreas semelhantes, a verdade é que também podem ser excepcionalmente aceites outros estudantes que tenham experiência profissional relevante.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.