text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Empregabilidade nos cursos de engenharia e gestão industrial

      
É esperado que os engenheiros industriais tenham boa capacidade de comunicação, capacidade de liderança
É esperado que os engenheiros industriais tenham boa capacidade de comunicação, capacidade de liderança  |  Fonte: iStock

Para isso, irão utilizar tanto os conhecimentos de gestão e os conhecimentos da engenharia, que os irão auxiliar a tomar as decisões técnicas. Em contexto profissional, os engenheiros industriais podem dar início a projetos e produções ou trabalhar na gestão e otimização de indústrias e serviços já estabelecidas no mercado.

Apesar da engenharia industrial ser uma área com uma forte componente de hardskills ou competências técnicas, também é muito importante que os estudantes desta área desenvolvam competências de relacionamento interpessoal. Pela natureza das suas tarefas, é esperado que os engenheiros industriais tenham boa capacidade de comunicação, capacidade de liderança e inclusivamente capacidades no âmbito da resolução de conflitos. Além disso, os engenheiros e gestores industriais têm de estar preparados para lidar com equipas multidisciplinares e projetos interdisciplinares, visto que ao longo de um projeto terão que coordenar diversas equipas com valências distintas.

Saídas Profissionais

Após a obtenção do grau académico os engenheiros industriais podem trabalhar em áreas distintas, em qualquer indústria, uma vez que esta formação não está orientada para nenhuma indústria em particular. Assim, as áreas de trabalho destes profissionais são:

  • Automação

  • Engenharia da Qualidade

  • Gestão de Projetos

  • Gestão da Produção

  • Higiene e Segurança no Trabalho

  • Logística Industrial

  • Tecnologia Industrial

Uma vez que este é um curso com uma formação abrangente, uma questão importante é estar preparado para continuar a aprendizagem ao longo da vida. Seja fazendo formações presenciais ou online.

Entidades que contratam engenheiros e gestores industriais

Após a conclusão dos cursos de engenharia e gestão industrial os estudantes poderão ingressar em empresas industriais ou de serviços, desde PME’s até grandes grupos. Como já referimos, a especialização em algum setor irá decorrer durante a vida profissional, uma vez que ao longo do curso serão abordadas diferentes indústrias. Alguns exemplos das indústrias em que poderão ingressar os profissionais desta área são:

  • Indústrias de Moldes

  • Indústrias Têxteis

  • Indústria Automóvel

  • Indústria Metalúrgica

  • Indústria Alimentar

  • Indústria Aeronáutica

  • Indústria Petroquímica

  • Etc.

Também é natural que ingressem em empresas de consultoria, tanto de serviços como consultoria na indústria. Neste caso, irão trabalhar projeto a projeto e ainda que possam seguir uma especialização, há uma grande possibilidade de trabalharem em áreas e indústrias distintas.

No entanto, é importante referir que os engenheiros industriais devem obter um conhecimento profunda da indústria ou serviço na qual estão a operar. Só assim será possível desenvolverem soluções e otimizar os processos, de forma a rentabilizar o mais possível os recursos humanos, financeiros, tecnológicos e a informação.

Empregabilidade em Engenharia e Gestão Industrial

Em Portugal existem 47 cursos de gestão industrial, dos quais 30 são focados em Engenharia e Gestão Industrial. A média de desempregados inscritos no IEFP um ano após a conclusão do grau académico é menor que 5%, o que significa que este curso tem uma elevada taxa de empregabilidade.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.