text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Empresas querem recrutar 150 alunos de Informática da UMinho

      
Universidade do Minho JOIN'2014

As Jornadas JOIN iniciam quarta-feira com recorde de empresas e confirmam o pleno emprego e o reconhecimento desta academia na área.

Mais de vinte empresas portuguesas e multinacionais esperam recrutar esta semana 150 alunos finalistas e recém-licenciados da Universidade do Minho na área da Informática. Os alunos vão ser aliciados, em muitos casos, a conciliarem o trabalho com a realização de teses de mestrado e doutoramento em ambiente industrial. Estas empresas participam entre 25 e 27 de junho, das 14h15 às 17h30, nas XII Jornadas de Informática - JOIN'14, que decorrem no átrio e anfiteatro B1 do campus de Gualtar, Braga.

O evento inclui ainda diversas palestras, torneios e atividades culturais. “Felizmente, não temos alunos que cheguem para os pedidos de emprego que temos recebido. A oferta formativa das licenciaturas e mestrados em Engenharia Informática e em Ciências da Computação regista uma situação de pleno emprego”, realçam os professores António Sousa e Victor Fonte, do Departamento de Informática. “Isto deve-se à reputação dos cursos construída nas últimas décadas, ao dinamismo do tecido industrial e ao reconhecimento da qualidade e versatilidade dos profissionais aqui formados”, justificam.

Os recém-formados têm também protagonizado cada vez mais empresas próprias, apoiados pela UMinho. “A sociedade é cada vez mais sustentada nas tecnologias de informação, por isso a tendência é manter estes índices de procura e de dinâmica, mesmo face a um cenário económico mais desafiante”, acrescentam os docentes.

As JOIN'14 são promovidas pelos núcleos de estudantes das licenciaturas em Engenharia Informática (CESIUM) e Ciências da Computação (NECC), sob coordenação do Departamento de Informática. O programa dedica as manhãs a sessões técnicas, científicas ou tutoriais. No primeiro dia aborda-se a segurança informática, a privacidade e as questões legais associadas. O segundo dia incide na “Internet das Coisas”, sobre os desafios técnicos e societais perante a tendência de ligar à rede cada vez mais objetos do quotidiano, num mercado de biliões de euros. No terceiro dia aborda-se as novas formas de transação e moeda digital e as suas implicações para a economia e soberania dos Estados. A iniciativa inclui ainda workshops matinais de programação para dispositivos móveis e web e diversas atividades além das paredes da UMinho. São disso exemplo a “Minho.rb”, uma comunidade da linguagem de programação Ruby, ou o jantar oficial, que agrega informalmente empresas, alunos, investigadores e docentes, entre outros.

O evento finda com uma edição do CoderDojo, um movimento mundial, voluntário e sem fins lucrativos com o objetivo de iniciar jovens dos 7 aos 17 anos na programação informática e desenvolvimento de pequenas aplicações. O CoderDojo Minho formou no último ano mais de uma centena de alunos do ensino básico e secundário. As JOIN’14 têm o apoio de várias entidades, como a Accenture, Ano Software, Blip, Eticadata, Eurotux, Glintt, Inova Ria, Outsystems, RetailConsult, Vilt e WeDo.

O site oficial é join.di.uminho.pt.


    Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.