text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Consulte a taxa de empregabilidade das graduações portuguesas

      
Matemática Aplicada do ISEG é um curso com 100% de empregabilidade.
Matemática Aplicada do ISEG é um curso com 100% de empregabilidade.  |  Fonte: Shutterstock
  • Escolher um curso com uma taxa de empregabilidade elevada é uma das preocupações de muitos estudante
  • Apenas 37 graduações contam com uma taxa de desemprego zero
  • Os cursos ligados à saúde têm saída no mercado de trabalho

Cada curso universitário tem uma especificidade inerente responsável por fazer com que os estudantes optem por escolher aquela determinada graduação. Além disso, também encontramos diferentes situações dentro do mercado de trabalho, sobretudo quando o assunto é a taxa de desemprego. A Direcção-geral do Ensino Superior atualizou a informação sobre este tópico para todos os cursos.

Segundo os dados da pesquisa, apenas 37 graduações contam com uma taxa de desemprego de 0%. Listando as graduações com a menor taxa de desemprego, o curso de Línguas e Literatura da Universidade do Algarve encontra-se no topo, juntamente com Psicologia e Ciências Biomédicas da Universidade de Aveiro. A classificação segue com os seguintes cursos: Medicina da Universidade da Beira Interior, Farmácia e Biomédica e Medicina da Universidade de Coimbra, Medicina e Matemática, ambos da Universidade Nova.

Outros cursos que também estão presentes nesta lista são: Medicina da Universidade do Minho, Ciência de Computadores e dois de Medicina da Universidade do Porto, Línguas Aplicadas da Universidade Aberta, Matemática e as Matemáticas Aplicadas (Economia e Gestão e outro curso de aplicadas à Computação), Engenharia e Geologia todos da Universidade de Lisboa, Teologia da Universidade Católica, Engenharia Informática da Lusíada; Enfermagem da Universidade Fernando Pessoa, Engenharia Informática do Instituto Politécnico de Castelo Branco, entre outros.

Ainda não decidiste que curso superior gostarias de frequentar?

Procura na Universia

No entanto, há cursos que apresentam os mais altos índices de desemprego, ou seja, superiores a 20%. Entre eles estão Arquitetura da Escola Superior Artístico do Porto, Serviço Social da Lusófona do Porto, Criminologia e Ciências da Comunicação da Universidade Fernando Pessoa, Teatro e Artes Performativas da Universidade de Trás--os-Montes e Alto Douro, Design de Comunicação da Escola Universitária das Artes de Coimbra, Arquitetura da Lusíada-Norte, Turismo da Escola Superior de Tecnologias de Fafe, Animação e Produção Artística do Instituto Politécnico de Bragança, entre muitos outros.

Entre os dados mais relevantes apresentados neste estudo, percebemos que nenhum curso de Direito consta nas listas e, por oposição, o curso de Matemática Aplicada do ISEG conta com 100% de empregabilidade.

Conselhos para sobreviver ao primeiro ano da universidade

Infografia: Conselhos para sobreviver ao primeiro ano da universidade

Apresentamos as chaves para que o estudante possa sobreviver a esta nova fase da vida e entrar com o pé direito no primeiro ano da universidade.

Inscreva-se e baixe este infográfico gratuitamente


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.