text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Como trabalha um Analista Financeiro?

      
O Analista Financeiro tem a vantagem de ver a sua formação reconhecida.
O Analista Financeiro tem a vantagem de ver a sua formação reconhecida.  |  Fonte: iStock

As principais tarefas de um Analista Financeiro

Num mundo economicamente liberal e globalizado, funcionando igualmente em blocos geopolíticos, o Analista Financeiro tem a vantagem de ver a sua formação reconhecida em continentes inteiros e até no resto do mundo. Isto faz dele um especialista de alto-relevo para qualquer empresa com ambições de crescimento sustentado além-fronteiras, mas que exige igualmente um elevado grau de responsabilidade e de sentido crítico sobre a área financeira.

O Analista Financeiro trabalha em cooperação estreita com gestores de empresas, consultores de negócios, a equipa financeira e outros agentes económicos, tendo como principal função interpretar a rentabilidade das empresas a cada momento do seu ciclo de vida.


O Analista Financeiro deve igualmente mobilizar competências de interpretação de balanços de resultados financeiros ou patrimoniais, identificar tendências de crescimento ou recessão financeira e estabelecer estratégias de sustentação de negócios. Mas também deve saber, em geral, participar do processo de tomada de decisão na gestão do sucesso empresarial, comunicando resultados aos acionistas.


Os cursos portugueses são reconhecidos no estrangeiro?

Um Analista Financeiro é hoje em dia um agente internacional especialista na sua área, e por isso, agindo como técnico e estratega da sua empresa, não deixa de se relacionar com o mundo dos negócios à escala pan-europeia e global para identificar tendências e oportunidades. São estes os motivos por que se torna tão importante oferecer reconhecimento internacional ao curso de Analista Financeiro.


São várias as faculdades que ao nível da pós-graduação e do mestrado garantem esse reconhecimento, disponibilizando tanto o Certificado Europeu de Analista Financeiro como o diploma da Federação Europeia de Associações de Analistas Financeiros (ambos garantem ao especialista trabalhar à escala europeia).


De entre os cursos de ensino superior na área destacam-se:

  • A pós-graduação em Análise Financeira da Porto Business School (Universidade do Porto);
  • O mestrado em Análise Financeira do ISCAL (Instituto Politécnico de Lisboa);
  • O mestrado em Auditoria e Análise Financeira do Instituto Politécnico de Tomar;
  • A Pós-graduação em Análise Financeira da Lisbon School of Economics & Management (Universidade de Lisboa);
  • A formação executiva em Gestão Financeira da Católica Porto Business School.

O que deve fazer antes de se candidatar?

Deve garantir que fez um curso superior na área da gestão, das finanças ou da economia, e que pretende prosseguir estudos a nível da pós-graduação, mestrado ou especialização profissional em Análise Financeira.


Considere também algumas das principais unidades curriculares que deverá concluir com sucesso: Gestão de Carteiras; Tópicos Avançados de Contabilidade; Avaliação de Ações e Outros Investimentos; Métodos Quantitativos para Finanças; Economia e Mercados Financeiros; Análise de Relatórios e Contas; Avaliação de Obrigações e Produtos; Regulação, Ética e Governance.


É de ressalvar que qualquer profissional com experiência nestas áreas poderá igualmente especializar-se em Análise Financeira como forma de progressão na carreira e integração nos novos paradigmas de gestão empresarial.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.