text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

O e-learning na formação escolar do aluno

      
Universia
Universia

Em todos os continentes e países do mundo, a tecnologia do e-learning está a ser cada vez mais adaptada e utilizada nas escolas do Ensino Básico e Secundário. Este dado foi apurado no estudo E-learning Market Trends & Forecast 2014-2016 Reporte, publicado em março de 2014 pela empresa norte-americana Docebo.

 

De acordo com o estudo, os países da América do Norte foram os que mais investiram no e-learning nas escolas. Logo atrás, surge a Europa e os países emergentes da Ásia.

 

Desde o início do ensino online, o setor que mais beneficiou desta modalidade foi o dos alunos até aos 18 anos. Nos Estados Unidos, principalmente após a crise económica de 2009, o e-learning foi ainda mais adaptado às necessidades de cada escola.

 

Este fenómeno pode ser explicado por três diferentes motivos. O primeiro está relacionado com os custos dos cursos à distância em comparação com os dos cursos presenciais. Por mais que exista um investimento inicial para adquirir os dispositivos eletrónicos, o custo benefício acaba por ser maior.

 

O segundo motivo está diretamente relacionado com o aumento dos tablets e dos smartphones entre os jovens. Mesmo em escolas públicas, nos Estados Unidos é comum encontrarmos adolescentes que utilizam estes gadgets em sala de aula. Em vez de proibir o uso, as escolas decidiram aproveitar os benefícios que a tecnologia pode trazer para o ensino.

 

O terceiro fator está relacionado com as possibilidades que a tecnologia nos oferece e que as escolas não podem proporcionar. Com o e-learning, os alunos podem misturar os cursos com um jogo e aprender enquanto se divertem. Além disso, a tecnologia desenvolve competências de liderança, adaptação e de pensamento rápido, que são importantes para os futuros profissionais.

 

As escolas ainda são a fatia que mais utiliza o e-learning, o que se deverá manter nos próximos anos. Os países emergentes como Índia e China são mercados que estão a apostar nos benefícios do ensino online para os seus alunos e, por isso, esta tecnologia deverá tornar-se cada vez mais comum.

 


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.