text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Casa da América Latina e Santander Totta premeiam estudantes de doutoramento

      
Fonte: Universia Portugal
Fonte: Universia Portugal

Alexandre Mascarenhas, de nacionalidade brasileira, destacou-se na categoria de Tecnologias e Ciências Naturais, com a tese Moldes e moldagens: instrumentos de protecção, preservação e perpetuação da obra de Antonio Francisco Lisboa, defendida na Universidade Federal de Minas Gerais. A tese é dedicada a apresentar e valorizar os moldes em gesso realizados entre 1930 e 1970 de parte da obra arquitectónica e escultórica de António Francisco Lisboa, “O Aleijadinho”, expoente máximo da escultura barroca em Minas Gerais.



Na categoria de Ciências Económicas e Empresariais, destacou-se Cristina Pereira Pedro, de nacionalidade portuguesa, pelo trabalho Estudos sobre a solidez do sistema bancário da OCDE: Crises bancárias, endividamento e incumprimento no período 1991 a 2009, apresentada na Universidade de Évora. A tese estuda a probabilidade de ocorrência de crises bancárias na OCDE, do endividamento dos bancos e do incumprimento verificado no crédito que concedem.



Na categoria de Ciências Sociais e Humanas, foi distinguido Francismar Lopes de Carvalho, de nacionalidade brasileira, pela tese intitulada Lealdades Negociadas: Povos Indígenas e a expansão dos Impérios Ibéricos nas Regiões Centrais da América do Sul (segunda metade do século XVIII), apresentada na Universidade de S. Paulo. A tese analisa a expansão dos impérios ibéricos às regiões centrais da América do Sul, concretamente sobre os vales dos rios Guaporé e Paraguai, acelerada a partir das indefinições do Tratado de Madrid de 1750. A tese analisa ainda a participação visível e activa que os indígenas tiveram no processo de colonização, comprovando ainda a sua interacção com as autoridades portuguesas e espanholas.


Esta foi a quinta edição do Prémio Científico, que tem vindo a consolidar-se ano após ano no panorama universitário internacional. Nesta edição foram recebidas 86 candidaturas de doutorandos oriundos de nove países.


Os vencedores foram escolhidos por um Júri constituído por Luís Bento dos Santos, Administrador do Banco Santander Totta; Manuela Júdice, Secretária-Geral da Casa da América Latina; João Guerreiro, Reitor da Universidade do Algarve; João Proença, Director da Faculdade de Economia da Universidade do Porto; e Pedro Cardim, Professor da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.



Esta iniciativa enquadra-se na política de Responsabilidade Social do Santander Totta, nomeadamente no apoio ao Ensino e ao Conhecimento, e pretende estimular a formação de estudantes universitários latino-americanos em Portugal e contribuir para o desenvolvimento de uma cultura de rigor e de excelência.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.