text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Estudantes da Escola Profissional de Espinho criam roteiro turístico de sensações da cidade do Porto

      
Blind Senses”, é como se chama o projecto de cinco estudantes da Escola Profissional de Espinho, que consiste em dar a conhecer a cidade do Porto através de um roteiro turístico de sensações. O objetivo é possibilitar aos turistas invisuais (e não só) o conhecimento da cidade do Porto de uma maneira bastante diferente e, de certo modo mais aprofundada, através de outros sentidos como o paladar, tato, audição e olfato.

Assinado por Ana Lopes, Caroline Alves, Diana Lago, Liliana Oliveira e Sofia Oliveira, alunas do 2º ano do Curso Profissional de Técnico de Turismo da Escola Profissional de Espinho, e orientado pela professora Patrícia Martins, o “Blind Senses foi o grande vencedor do desafio lançado pela Fundação da Juventude aos jovens estudantes de todo o país, desafio esse que tinha como tema “Turismo e Mobilidade” para a cidade do Porto.

Nas palavras do júri avaliador de todos os projetos, constituído por Maria João Nunes, do Departamento de Turismo da Câmara Municipal do Porto, Patrícia Remelgado, do Porto.pt e Paula Cardoso, da Fundação da Juventude, "este foi escolhido por unanimidade pela sua criatividade, inovação e exequibilidade. É um projeto inclusivo, criativo e de fácil implementação, tendo as alunas feito uma abordagem muito profissional e com pleno domínio dos conteúdos".

As alunas que desenvolveram o projecto, além de ganharem uma viagem a Bruxelas com visita ao Parlamentarium, vão agora disputar a final europeia deste concurso.

A Fundação da Juventude é um dos parceiros do projeto KiiCs – Knowledge Incubation Innovation and Creation for Science. Também fazem parte deste grupo de trabalho a Domus – Museos Cientificos Coruneses de Espanha e a Città della Scienza – Fondazione IDIS de Itália. Foi definido um tema comum para este grupo de trabalho: cidades inteligentes, cidades saudáveis, turismo e mobilidade e cultura.

O concurso pretende envolver jovens dos 16 aos 18 anos e levá-los a desenvolver ideias sobre ciência, artes, negócios, inovação relacionada com suas próprias cidades para obter um melhor e mais sustentável estilo de vida; criar um espaço criativo e colaborativo onde os jovens se reúnem para desenvolver ideias e contribuir para a construção de novas e inovadoras ideias para tornar as suas cidades inteligentes e gerar ideias de negócios, no sentido de melhorar as competências dos jovens quer no âmbito criativo, pessoal e social.

 


    Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.