text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Professor: Conheça 8 habilidades que os jovens precisam de desenvolver ainda na escola

      
Fonte: Shutterstock
Fonte: Shutterstock

A missão transformadora da escola não se limita apenas ao ensino e à educação formal. Existem diversos critérios de formação cultural e pessoal que precisam de ser lapidados nesse ambiente de convivência social para preparar o jovem para a vida adulta. 

 

Leia também:
» Professor: como melhorar o seu trabalho em 2015
» Professor: veja como explicar matérias difíceis de uma forma mais fácil
» Professor: veja como como usar a tecnologia de modo eficiente

 


Nesse ponto, os educadores precisam de se consciencializar sobre o seu papel dentro do processo. Uma das melhores maneiras de fazê-lo é identificar as habilidades que precisam de desenvolver nos estudantes para, a partir disso, conseguir trabalhá-las em sala de aula.

 

Entre todos os aspectos da personalidade dos jovens, existem oito que merecem especial atenção por parte dos mestres. Saiba quais são eles e entenda a sua importância:

 

1 – Curiosidade

A curiosidade pode ser definida como a vontade do aluno em descobrir coisas novas e aprender. Na educação, é uma das características mais valiosas e deve ser continuamente incentivada. Uma boa maneira de fazê-lo é encorajar à experimentação e acreditar em todos os tipos de tentativas, mesmo as mal-sucedidas.Felicitar os esforços e continuar a apostar no potencial dos estudantes é fundamental.

 

2 – Sociabilidade

A sociabilidade é desenvolvida desde os primeiros anos na escola e é extremamente valorizada no mercado de trabalho, pois entre as características que a compõe estão a capacidade de comunicação e a construção de relacionamentos positivos, elementos fundamentais para quem trabalha em equipa. Os mestres podem estimular essa aptidão regulando discussões e criando situações para que os alunos tenham a oportunidade de ouvir pontos de vista diferentes e de interagir com outras pessoas, sabendo no entanto respeitá-las nas suas diferenças.

 

3 – Resiliência

A resiliência é uma competência diretamente relacionada à determinação do aluno, a sua força de vontade para superar desafios. Além de ser fundamental para manter a motivação no processo educativo, é também a base para o sucesso de empreendedores, por exemplo. Tal habilidade desenvolve-se paralelamente à curiosidade, quando o estudante se envolve em projetos educativos que envolvem persistência para serem desenvolvidos.

 

4 – Integridade

> Uma das características que também tem bastante relação com a formação familiar, a integridade, desenvolve o caráter e os valores morais. Apesar de importantíssima, a integridade é subjetiva e pode ser desenvolvida através de bons exemplos, de lições que trabalhem a ética em sala de aula e até mesmo de atividades extracurriculares, como o voluntariado.

 

5 – Criatividade

Ser inovador é uma característica peculiar, que pode manifestar-se de maneiras diferentes em cada estudante. Para que cada aluno possa exercitar ao máximo o seu potencial e criar novas ideias, o ideal é que ele seja exposto a diversas atividades, como a música, o design e a literatura e possa descobrir em qual se sente mais estimulado.

 

6 – Empatia

Relacionada com a sociabilidade, a empatia é a capacidade de se colocar no lugar de outras pessoas e de ser compreensivo, algo muito importante na construção da cidadania. A melhor maneira de desenvolvê-la é trabalhar no relacionamento entre os alunos, com atividades que desenvolvam o sentimento de grupo.

 

7 – Auto Conhecimento

Conhecer-se a si próprio é fundamental para estabelecer uma relação saudável com o mundo e as outras pessoas ao seu redor, desta forma, é importante que os jovens sejam estimulados a voltar o olhar para seu interior. Os professores podem atuar como conselheiros nessa hora, pois o processo de se descobrir é bastante pessoal. Entre as ações que podem ajudar estão as discussões e debates, bem como as atividades que trabalham a integridade.

 

8 – Percepção e solução de problemas

Conectadas à criatividade, essas capacidades aumentam quando o estudante é colocado frente a desafios em que precisa de usar o seu pensamento crítico, estratégico e a sua capacidade de planear. A facilidade em se adaptar a cenários nem sempre convidativos é essencial tanto na educação como no mundo empresarial, por exemplo.


Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.